O vício alimenta a alma

Que se debate, violenta, contra as paredes
Paredes de vidro, vidro fosco
Um vidro escuro, que filtra a luz
Deixando cega a alma

Anúncios