Quando menino, morria de medo do escuro. Bastante medo. Tinha medo de fantasma. Medo do diabo. Crescido, descobriu que fantasma não existe. Que diabo é um mito. Mas continuou tendo medo do escuro. Não era mais de fantasma ou do diabo que tinha medo. O medo era de ficar sozinho consigo.

Anúncios