Tanta gente que morre ali, esquecida
Saco de sonhos, perdido no mar
Atirado sobre pedras
Ou simplesmente largado em enseada deserta

Tanta gente que iluminava
Afagava, aquecia, que muito queria
Abandonada à seca
Mingua com o luar do sertão

Anúncios