Com sua pretensão
De bom entendedor
Abria o outro à navalha
Crua a carne
Exposta
Dissecava o cérebro
De si nada dizia
Rasgava a carne do outro
E isso lhe satisfazia

Anúncios